O consumidor nem sempre está em busca de um “produto miraculoso” que resolva seus problemas — às vezes, para conseguir o que deseja, ele prefere a parceria de uma. É o que revela uma pesquisa da Wharton.