Os países latino-americanos receberam no ano passado mais dinheiro emprestado pela China do que por instituições internacionais como o Banco Mundial. Os especialistas advertem dos riscos dessa estratégia.

618-338_Prestamos