O Google e outras grandes empresas poupam todos os anos, de forma legal, milhões de euros usando centros offshore em seu planejamento fiscal. Isso pode ser replicado por empresas de menor porte, observa Sergio Costa Sant’Anna na entrevista a seguir.

Paraisos_fiscales