Como cultivar a liderança total com autenticidade, integridade e criatividade

À medida que os escândalos corroem a confiança nos executivos e que o desaquecimento da economia reduz receitas e lucros, fica evidente que o mundo dos negócios está diante de uma nova conjuntura e de desafios importantes. Em tempos como este, é fundamental adotar uma nova abordagem à liderança, diz Stewart D. Friedman, professor de administração da Wharton, que retornou há pouco tempo de um período de 2 anos como diretor da Ford Motor Company’s Leadership Development Center. Essa abordagem, que ele chama de “liderança total”, deve ter como objetivo gerar meios mais rápidos e ágeis de alcançar melhores resultados nas empresas. Isso só pode acontecer, diz ele, se os líderes empresariais forem autênticos, íntegros e criativos na maneira como lidam com seu trabalho, sua vida familiar e seus relacionamentos em suas comunidades.  Uma outra versão do artigo de Friedman será publicada em breve no Financial Times.

Estamos diante de uma nova era de liderança nos negócios. As pressões econômicas, sociais e culturais emergentes exigem que os líderes empresariais em todos os níveis de uma organização encontrem formas mais adequadas de alinhar sua visão  de liderança, valores centrais e ações cotidianas para gerar  resultados necessários e valiosos no trabalho, assim como no lar, na comunidade e para si próprios.

Este artigo trata do desenvolvimento da “liderança total”, uma abordagem destinada a enfrentar os desafios de hoje. Similar aos modelos tradicionais de liderança no que diz respeito ao enfoque nos conceitos e ferramentas para melhorar o desempenho, essa abordagem difere quanto à ênfase na pessoa como um todo e no objetivo de aumentar sinergias nas esferas da vida, tradicionalmente vistas como conflitantes, e que podem, com uma mudança de postura e o desenvolvimento de novas habilidades, tornar-se aliadas na produção de resultados significativos.

Para sermos bem-sucedidos nesse novo mundo dos negócios, precisamos encarar a liderança e a vida como peças do mesmo quebra-cabeças. A abordagem da liderança total é um guia sobre como integrar trabalho, vida familiar, comunidade e o indivíduo tanto para melhorar os resultados na empresa quanto para tornar nossas vidas mais ricas. A poderosa combinação de autenticidade (ser autêntico), integridade (ser íntegro) e criatividade (ser inovador) impulsiona o desempenho rumo à consecução dos objetivos no trabalho e em todas as esferas da vida.  

Como enfrentar os desafios de uma nova conjuntura de negócios

Analise as seguintes tendências:

  • Apesar da atual recessão, a dinâmica do mercado de trabalho e as pressões competitivas continuam a apontar para a importância de vencer a guerra do talento. As empresas mais capazes de capitalizar seus ativos humanos obterão vantagens competitivas.
  • Os valores da força de trabalho mudaram. Tanto os profissionais novatos quanto os experientes estão buscando oportunidades em que possam conciliar  uma vida plena com um trabalho significativo. Existe menos disposição de abrir mão de uma coisa pela outra.
  • Existe menos hierarquia nas organizações hoje. Extensões mais amplas de controle significam que os funcionários tomam mais decisões. A liderança nas empresas não se limita mais aos altos executivos; ela ocorre em todos os níveis.
  • Novas formas de organização, tais como alianças e parcerias, algumas  ultrapassando fronteiras regionais e nacionais, forçam os líderes a lidar com relacionamentos ambíguos e diferentes interesses entre as diversas partes interessadas.
  • A credibilidade dos líderes empresariais, em baixa como conseqüência dos escândalos envolvendo executivos, gera apelos por integridade e responsabilidade social.
  • Pais que trabalham precisam de novos recursos e apoio para que seus filhos fiquem bem cuidados. A geração nascida no período pós-guerra se aproxima da aposentadoria e precisa de novas formas de assistência para cuidar de si próprios e de seus pais.
  • No mundo pós 11 de setembro, existe um interesse renovado em contribuir significativamente para a sociedade, em curar o mundo e fazer com que cada dia valha a pena ser vivido.

E existe a Internet. Nesta época extraordinária, não se passa um dia sequer sem que se ouça ou se leia sobre uma nova descoberta, invenção ou iniciativa empresarial que acabará por afetar a vida de todos nós. Os novos meios de comunicação estão transformando praticamente todos os aspectos da atividade humana, exigindo novas habilidades para se navegar num mundo 24/7 (24 horas e 7 dias por semana), em que é possível trabalhar a qualquer hora, em qualquer lugar. A nossa geração é a primeira para a qual a escolha de quando, onde e como trabalhar não é determinada pelas forças da natureza. Nossas escolhas são internas, à medida que lutamos para encontrar a melhor forma de determinar quando, onde e como satisfazer as exigências das partes interessadas em todas as esferas de nossas vidas.

Capitalizar a oportunidade de obter maior flexibilidade e controle sobre o tempo e o espaço significa aprender como administrar as fronteiras entre as esferas da vida, permanecendo acessível e psicologicamente concentrado, ao mesmo tempo  que desenvolve a confiança e o suporte para conseguir que as coisas importantes sejam feitas. As fronteiras entre as esferas da vida estão se tornando mais permeáveis e flexíveis, com  funcionários trabalhando a distância, por exemplo, interagindo de suas casas com colegas e clientes em tempo real ou por meio de e-mails. E os funcionários têm novos meios de aprender continuamente por meio de cursos e seminários interativos virtuais. Os líderes devem levar tudo isso em consideração e avaliar o desempenho com base nos resultados e não no tempo de contato pessoal.

Um novo tipo de liderança

Que tipo de liderança é preciso para enfrentar essa enorme gama de desafios sem precedentes? Os líderes de todos os níveis têm agora que aumentar os recursos (por ex.,  capital financeiro, humano e  social; tecnologia e novos modelos de empresas) para obter sinergias entre as esferas das diversas partes interessadas. A disciplina da liderança total gera maneiras mais rápidas e mais ágeis de alcançar resultados superiores na economia global, em que as coisas podem ser feitas a qualquer hora/qualquer lugar. Essa liderança retira a ênfase no contato pessoal e enfoca a inovação, tanto dentro quanto entre as esferas da vida, para produzir melhores resultados em todas elas.

Os resultados da empresa englobam uma maior motivação e compromisso, maior eficiência nos processos de trabalho, redução nos tempos de ciclos, redução de custos e maior impacto sobre o cliente tanto por meio da ênfase explícita sobre o desempenho na cadeia de valores quanto um engajamento mais ativo na vida familiar e comunitária. Com os funcionários tendo maior controle no planejamento das circunstâncias de suas vidas, existe maior possibilidade de atrair e reter  talentos. O alinhamento de valores e ações produz um modo de agir com maior enfoque ético, vínculos mais sólidos e mais solidários com a comunidade e redução de falhas e estresse provenientes de conexões precariamente conduzidas entre o trabalho e outros aspectos da vida.

Essa é a boa novidade, a oportunidade. Como pioneiros em uma nova fronteira de negócios, a tarefa à nossa frente diz respeito a nada menos que  transformar o significado do trabalho em nossas vidas e em nosso mundo. Resume-se em ser real, íntegro e criativo, possibilitando que os outros ao seu redor façam o mesmo.

A autenticidade – o ser real – se torna aparente quando os líderes se comportam de formas coerentes com seus valores fundamentais. Os líderes devem definir e articular uma visão que englobe os diferentes valores e estilos de vida de todos os empregados. Suas ações cotidianas devem ser coerentes não só com seus valores pessoais, mas também com os  valores fundamentais da empresa. Precisam delegar para desenvolver a confiança, incentivar os pontos fortes e aumentar o compromisso com objetivos comuns por meio de diálogo genuíno com as partes interessadas, as pessoas que lhes sejam mais importantes em todas as esferas da vida.

Integridade – o ser íntegro – se torna aparente quando diferentes aspectos da vida se encaixam uns com os outros de forma coerente e consistente. De que maneira os líderes conseguem isso? Eles precisam assumir a responsabilidade de capturar as sinergias de todos os aspectos de suas vidas – no trabalho, em casa, na comunidade e em si próprios (sua saúde, crescimento espiritual e lazer). Na busca de objetivos comuns, precisam alinhar os interesses das diversas partes interessadas, assim como estabelecer, manter e respeitar as fronteiras que permitem criar valor no trabalho e em outros aspectos de suas vidas. E precisam investir em capital social para cultivar redes e parcerias que garantam o apoio necessário para atingir resultados significativos.

A criatividade – o ser criativo – se torna aparente quando os líderes questionam as hipóteses tradicionais e continuamente fazem experimentos com as formas como as coisas são feitas, adotando e introduzindo mudanças destemidamente. Precisam repensar os meios pelos quais o trabalho é executado, de forma a forçar um enfoque direcionado para resultados e garantir a flexibilidade na escolha sobre como, quando e onde o trabalho é feito. Precisam experimentar novos métodos de trabalho e novas ferramentas de comunicação para atingir melhor as expectativas de desempenho. Precisam reduzir a dependência de métodos tradicionais de trabalho, tais como a presença física e a  alocação de recursos, utilizando-os para criar confiança quando necessário e, ao mesmo tempo,  fazer uso da flexibilidade e controle fornecidos pela mídia virtual.

Tomemos como exemplo o caso de Jack Smith, um executivo de tecnologia de informação de uma fábrica de grande porte. Como resultado do seu investimento de tempo e energia em um programa de liderança total, introduziu um conjunto de inovações no trabalho e em sua vida pessoal, que aumentou sua capacidade de fazer com que as coisas importantes fossem executadas. Atualmente,  trabalhando  com mais habilidade e  mais flexibilidade, faz uso mais efetivo da tecnologia     e experimenta continuamente novas formas de alinhar suas atividades rotineiras com seus valores fundamentais e com os valores da empresa – e afirma que seus funcionários fazem o mesmo. Os resultados têm sido significativos, visto que as principais partes interessadas no trabalho, em casa e na comunidade têm demonstrado maior satisfação com seu desempenho. Há pouco tempo, quase dois anos depois de concluir o programa, Smith revelou o impacto mais duradouro: ele pensa e sente de maneira diferente sobre como seu trabalho se insere no tipo de líder que ele deseja ser em todos os aspectos de sua vida. Está vivenciando um maior senso de autenticidade e integridade. Não só adotou uma nova postura, como também tem maior confiança em suas habilidades de líder capaz de impulsionar mudanças para melhorar o desempenho de sua organização, para as pessoas importantes em sua vida e para si mesmo. O restante deste artigo descreve como as companhias podem fazer isso acontecer.

Como desenvolver a liderança total

A liderança total começa com sua vida como um todo – sua vida no trabalho, em casa, na comunidade e seu desenvolvimento pessoal. Esta abordagem reconhece que as expectativas das pessoas envolvidas com você em cada uma dessas esferas podem e sem dúvida afetam os resultados nas outras esferas. As necessidades das diversas esferas são geralmente vistas como antagônicas e conflitantes. No entanto, existem oportunidades de benefícios comuns em todas as áreas, que podem ser utilizadas desde que fique claro o que é importante, reconhecendo e apoiando a pessoa como um todo e continuamente tentando novos métodos. A liderança total tem como foco o fomento dessas sinergias adotando-se uma abordagem sistemática, para criar harmonia entre as esferas da vida e melhorar o desempenho em todas elas – ser um líder melhor em todos os aspectos da vida.

A abordagem da liderança total tem como objetivo melhorar o desempenho e criar autenticidade, integridade e criatividade. Hoje sabemos que uma das principais formas para se desenvolver a capacidade de liderança é empreender experiências desafiadoras no contexto de avaliação e  orientação. Os participantes de um programa de liderança total projetam e implementam inovações sobre como, quando e onde as coisas são feitas, em conjunto com a avaliação e apoio de uma rede de orientadores. Aprendem a pensar de maneiras novas e criativas adotando uma postura de experimentação e adquirindo novas habilidades para demonstrar melhores resultados no trabalho, em casa, na comunidade e para si próprios.

Aprender fazendo – avaliação, análise, ação 

Desenvolver a liderança total não é somente um exercício acadêmico. Consiste em aprender a partir da prática por meio de avaliação, análise e ação. O programa pode ser conduzido em qualquer tipo de organização e graduado para atingir os requisitos financeiros da empresa. Em geral, o programa tem duração de quatro meses, durante os quais os participantes inicialmente aprendem os princípios básicos. Em seguida, realizam auto-avaliações e as analisam. Trabalham com colegas e orientadores, em prática comunitária – tanto por contato pessoal quanto virtual – o que desenvolve o apoio e intensifica o compromisso e a responsabilidade. Eles iniciam diálogos com as principais partes interessadas em todas as esferas da vida, realizam experimentos designados a melhorar os resultados em todas os aspectos da vida, reúnem dados sobre o andamento, refletem sobre as lições aprendidas  e, por fim, transmitem essas lições a outros. Para o período de instruções e orientação são necessárias três sessões de três dias cada uma, com intervalo de seis semanas entre uma e outra. No entanto, o empenho maior ocorre na vida diária, entre as sessões e depois delas.

O processo tem início com os participantes familiarizando-se com três princípios básicos e como esses princípios impulsionam o desempenho e os resultados:

  • Esclarecer o que é importante – autenticidade, ser verdadeiro
  • Reconhecer e dar apoio à pessoa como um todo – integridade, ser íntegro
  • Continuamente fazer experiências com as formas pelas quais as coisas são feitas  – criatividade, ser inovador 

Os participantes adquirem a compreensão desses princípios analisando casos retirados de experiências reais de ex-participantes, tanto de empresários quanto de alunos de administração. Em seguida, empreendem um conjunto de avaliações diagnósticas destinadas a aumentar a auto-conscientização; intensificam a compreensão das expectativas dos principais interessados nas quatro esferas da vida e como eles interagem com as partes interessadas; e são preparados para introduzir inovações em como, quando e onde conseguir que as coisas sejam feitas.  Os objetivos desses experimentos são aumentar os resultados da empresa, enriquecer vidas, adotar uma nova postura sobre o significado do trabalho em suas vidas e adquirir novas habilidades para enfrentar os desafios de liderança.

A abordagem da liderança total diz respeito a impulsionar o desempenho e melhorar os resultados. É isto o que transforma essa abordagem em uma abordagem de liderança e  não em uma filosofia de “equilíbrio entre trabalho e vida”. Além disso, não se baseia em uma mentalidade ou/ou, de valor nulo, em que o sucesso em uma esfera da vida só pode ser obtido às custas do fracasso em outra. E não se trata de um direito dos trabalhadores. A liderança total concentra-se em obter ganhos mútuos. A hipótese operacional é que se os participantes não melhorarem os resultados da empresa como conseqüência de seus esforços criativos para ampliar sua capacidade de liderança, então o programa terá falhado.

Como montar o cenário para ações inovadoras – avaliação e análise  

As avaliações preliminares ajudam a esclarecer aquilo que é importante. Os participantes redigem a visão pessoal do tipo de líder que desejam se tornar e as contribuições que pretendem fazer nas quatro esferas principais de suas vidas: no trabalho, em casa, na comunidade e em si próprios. Em seguida, avaliam a importância relativa de cada área, a quantidade de tempo e energia devotada a cada uma e o nível atual de satisfação com o desempenho em cada uma delas. Por fim, criam um mapa sobre as esferas da vida, uma representação gráfica da extensão até a qual os valores e atividades nas quatro esferas são compatíveis (demonstrados na forma de quatro círculos desenhados pelos participantes, círculos esses que se sobrepõem até o ponto  em que os domínios são vistos como alinhados uns com os outros).

A partir desse primeiro conjunto de avaliações, e análises e discussões com os orientadores sobre eles, os participantes adquirem insights tais como:

  • Os bons líderes compreendem muito claramente seus próprios valores e as prioridades de liderança, adaptando-os  continuamente à medida que adquirem maturidade e que as condições mudam.
  • Esclarecer aquilo que é importante ajuda os líderes a identificar as maiores lacunas em suas vidas e nas vidas das pessoas mais importantes para eles. 
  • Priorizar aquilo que é importante permite que os líderes desenvolvam planos de ação realísticos e com objetivos de diminuição da lacuna entre o desempenho atual e o desejado e os resultados no trabalho, em casa, na comunidade e neles próprios.
  • Existe uma diferença entre a presença física e psicológica; isto é, uma pessoa pode estar fisicamente presente mas com a mente em outro lugar.
  • Os líderes que têm clareza sobre como administrar a permeabilidade das fronteiras entre uma esfera e outra e as esferas entre si, estão mais satisfeitos e são mais eficientes do que aqueles que não o conseguem.
  • Compreender objetivos específicos para obter aumento de desempenho  em cada uma das esferas e como as ações em uma esfera afetam as outras  é fundamental para se atingir maior autenticidade e integridade.

O próximo conjunto de avaliações enfoca as principais partes interessadas – as pessoas mais importantes no trabalho, em casa e na comunidade. A quarta esfera  é constituída pelo próprio indivíduo. Essas avaliações ajudam os participantes a compreenderem a importância de reconhecer e apoiar a pessoa como um todo. Os participantes identificam as expectativas das partes interessadas em cada esfera da vida: expectativas de desempenho que as pessoas têm sobre você e, por outro lado, aquilo que você espera e precisa dessas pessoas. Um mapa sobre as partes interessadas demonstra o ponto até o qual as expectativas nas quatro esferas estão sendo atualmente preenchidas e, para cada pessoa interessada e para cada esfera, onde existem lacunas entre o desempenho atual e o desejado.

A partir desse conjunto de avaliações e análises, e das sessões de treinamento entre elas, os participantes adquirem insights importantes como:

  • Reconhecendo e apoiando a pessoa como um todo, os líderes podem aumentar os ativos e recursos de uma esfera para obter resultados nas outras.
  • Os líderes totais respeitam as fronteiras entre as esferas e realizam o potencial de melhor desempenho estabelecendo e mantendo esses limites.
  • Os diálogos com as partes interessadas são necessários para esclarecer e negociar as expectativas de desempenho e desenvolver maneiras inovadoras de preenchê-las.
  • É possível preencher as lacunas de desempenho de uma esfera por meio da criação de valor em outras esferas (p.ex., ser um pai melhor me faz um chefe melhor; investimentos na comunidade podem render maiores contribuições para a empresa; um estilo de vida mais saudável pode gerar mais energia para o trabalho).

A maior parte dos profissionais se vê prisioneira das exigências impostas pela enorme quantidade de informações que recebe 24 horas por dia. A próxima avaliação ajuda os participantes a ver como podem navegar no mundo virtual de maneira mais racional, ativando os novos meios de comunicação (ferramentas eletrônicas tais como e-mail, voice-mail, mensagem instantânea e outros meios de comunicação virtual) para alcançar um melhor desempenho em todas as esferas da vida. Padrões de interação são avaliados para demonstrar aos participantes como as diferentes formas de comunicação, tais como contato face-a-face, sincronismo virtual (mesmo horário e locais diferentes, como o telefone, videoconferências, mensagem instantânea) e assincronismo virtual (local e horário diferentes, como voicemail e e-mail), podem ser usadas de maneira criativa para preencher de forma mais adequada as expectativas das partes interessadas. Os insights gerados por essa avaliação e análise incluem:

  • Uso criativo da nova mídia garante flexibilidade e controle sobre onde, quando e como o trabalho é realizado e isto pode gerar  melhores resultados e vínculos mais fortes com as principais partes interessadas em todas as áreas.
  • É possível aprender como evitar ser tragado pela enxurrada de informações que chegam a um ritmo frenético no mundo virtual. Quando usados de forma inteligente, rápida e habilidosa, as ferramentas eletrônicas podem ajudar a alcançar resultados valiosos e não precisam ser vistas  como mais uma pressão  que necessita resposta imediata.
  • Líderes inteligentes têm um conhecimento operacional das vantagens e desvantagens dos diferentes modos de comunicação e de como utilizar os meios apropriados. Existem ocasiões, por exemplo, quando a comunicação face-a-face pode ser substituída pela virtual (como quando a confiança já tenha sido estabelecida) e outras vezes quando a comunicação face-a-face é insubstituível (como quando existe a probabilidade de ocorrer um alto nível de emoções).
  • É necessário ter prática e disciplina para aprender como manter-se concentrado ao mesmo tempo  em que se movimenta, rápida e diplomaticamente, entre uma esfera e outra; isto é, desenvolver a habilidade de – ininterruptabilidade  – que permite deslocar a atenção entre as partes interessadas com graça e agilidade. 

As últimas avaliações enfocam os aspectos do indivíduo  que muitos participantes procuram melhorar: obter alinhamento espiritual, adquirir saúde física e emocional, usar o relaxamento e lazer para aumentar os resultados da empresa e enriquecer as vidas. Isto engloba uma análise de como a saúde emocional, espiritual e física afeta nosso senso de autenticidade, nossa integridade e nossa habilidade de alcançar objetivos de liderança no trabalho, em casa e na comunidade. As ferramentas de diagnóstico sobre nutrição e atividade física descrevem os benefícios de uma boa dieta; aporte adequado de calorias e treinamento cardiovascular, de força e de freqüência cardíaca. Estão incluídas também ferramentas sobre como criar e manter um plano bem-sucedido de cuidados com a saúde.

Como iniciar ações que aumentam os resultados na empresa e enriquecem vidas

Até este ponto, os participantes foram induzidos a interpretar  suas auto-avaliações para identificar de que forma podem elaborar experimentos para alcançar melhores resultados, adotando ações que melhorem seu desempenho em mais de uma esfera; isso garante uma maior flexibilidade e controle sobre como, quando e onde o trabalho é feito, além de aumentar o senso de autenticidade e integridade em suas vidas. Em seguida, projetam inovações sobre como mobilizar recursos para introduzir mudanças, pondo em prática o terceiro princípio – fazer continuamente  experiências sobre como as coisas são feitas. A partir daí, os participantes estarão prontos para explorar sistematicamente diversas soluções em potencial para melhorar os relacionamentos com as principais partes interessadas, gerando a satisfação mútua das expectativas nas esferas do trabalho, casa, comunidade e em si próprios.

Nesta etapa, o enfoque está na ação. Os desafios de implementação são abordados em conversas e em feedback dos orientadores. Após uma extensa preparação, a primeira etapa de ação é propiciar diálogos com todas as principais partes interessadas para esclarecer e negociar expectativas. Em seguida, por meio de treinamento prático, comparação com padrões de referência, leituras, palestras e histórias de participantes anteriores e outros líderes empresariais, os participantes aprendem novos conceitos e ferramentas para impulsionar a mudança, destemidamente e de forma ética. Tópicos como os que seguem abaixo se tornam alvos de aprendizado e ação:

  • Experimentar requer pensamento inovador sobre como os objetivos são atingidos no trabalho, em casa, na comunidade e consigo próprio.
  • Pequenos  experimentos (pilotos ou inovações) são úteis para introduzir um novo modo de pensar sobre como os objetivos são atingidos e para adquirir legitimidade para iniciativas mais amplas.
  • Aumentar o capital social – redes de suporte – é necessário para obtenção de sinergias em todas as esferas.
  • Para alinhar as expectativas das partes interessadas, tanto dentro quanto entre as esferas, os líderes devem ser negociadores politicamente astutos.
  • A liderança diz respeito a melhorar a capacidade das pessoas ao seu redor para atingir seus objetivos com maior autenticidade, integridade e criatividade em suas vidas. 

Os participantes dão e recebem orientação sobre como projetar experimentos úteis e refinar planos de ação para implementar inovações. Uma parte importante desta fase é garantir que sejam estabelecidos meios apropriados para rastrear o progresso, e não só no trabalho (por ex., melhor relacionamento com os familiares, maiores contribuições à comunidade e à sociedade e melhor saúde) e para coletar dados sobre experimentos. Esse feedback fornece atualizações e maximiza o potencial de aprendizagem de lições de liderança. Os experimentos são oportunidades de tentar novas abordagens, de desenvolver pequenas vitórias no caminho rumo à visão do tipo de líder que você deseja ser.  Ao mesmo tempo em que se esperam ganhos no desempenho em todas as esferas, no final das contas, nesse processo de desenvolvimento de liderança, a única falha consiste em deixar de aprender.

Por fim, os participantes desenvolvem uma maior apreciação do papel dos líderes como agentes de transformação cultural. Eles utilizam as lições aprendidas com seus experimentos para ensinar e desenvolver outras pessoas em suas respectivas organizações e com partes interessadas em outras esferas de suas vidas. Criam histórias para transmitir a essência de sua jornada de liderança por meio desse processo e, ao narrar as histórias, tornam-se parte de um movimento disseminador, em suas organizações, do  conhecimento útil sobre como melhorar o desempenho com autenticidade, integridade e criatividade.

Resultados

A abordagem da liderança total funciona porque as idéias inovadoras para melhorar o desempenho são geradas e implementadas por pessoas que buscam alcançar maior autenticidade, integridade e criatividade em suas vidas. Não se trata de adotar o mais recente programa empresarial, determinado pela administração para reduzir custos, aumentar a produtividade e melhorar a qualidade de vida. Os participantes têm a oportunidade de desenvolver uma nova postura de liderança e adotar novas ferramentas para mobilizar recursos com vistas a objetivos valiosos. Têm sob sua responsabilidade o projeto e a implementação. O resultado é um firme compromisso  e execução, pois os participantes estão intensamente envolvidos em impulsionar mudanças rumo aos objetivos importantes para eles e para as pessoas que contam em suas vidas.

Em uma empresa, o programa de liderança total que englobava 35 gerentes de alto potencial provenientes de diversos países, os seguintes resultados financeiros foram obtidos e verificados pelos gerentes financeiros, nas respectivas unidades dos participantes:

  • Redução de custos:US$ 1,5 M
  • Custos evitados:US$ 4,3 M
  • Novas receitas:US$ 0,7 M
  • Ganhos de produtividade:US$ 0,5 M

Além desses retornos nos investimentos feitos para desenvolver sua capacidade de liderança total, os participantes relataram melhoras no relacionamento com clientes e com funcionários. E descreveram -com indisfarçável emoção– mudanças reais junto às partes interessadas na família e na comunidade, assim como saúde melhor, crescimento espiritual e melhor uso do tempo de lazer.

Talvez o ponto mais importante seja o fato de  praticamente todos os participantes terem relatado mudanças significativas no modo como pensavam e sentiam  seu trabalho e seu significado em suas vidas. Desenvolveram uma nova compreensão sobre o valor de uma postura experimental e novas habilidades para melhorar o desempenho com autenticidade, integridade e criatividade. As lições que aprenderam foram aprofundadas e ampliadas quando assumiram o desafio de ensinar outras pessoas, tanto como orientadores de futuros participantes quanto  ao relatar histórias de sua jornada de liderança para outros em suas organizações e em outras esferas de suas vidas.

Resultados similares foram obtidos em outros cenários empresariais, tanto com universitários quanto com alunos de mestrado em administração de empresas. Como acontece a todas as iniciativas de mudança e desenvolvimento de liderança, o sucesso depende de se adaptar o projeto para preencher as necessidades da população-alvo e nisso a abordagem da liderança total não é diferente. A abordagem fornece uma estrutura para aprendizagem e melhor  desempenho que só funciona se for aplicada cuidadosamente, levando-se em  consideração as necessidades de cada indivíduo e da empresa.

A maioria dos líderes empresariais tem algum conhecimento e algumas das habilidades necessárias para enfrentar os desafios atuais. Ainda assim, todos precisam desenvolver a capacidade de liderança total para ficar à frente da concorrência na conjuntura de negócios do século XXI, que está em rápida expansão. 

Citando a Universia Knowledge@Wharton

Close


Para uso pessoal:

Por favor, use as seguintes citações para referências de uso pessoal:

MLA

"Como cultivar a liderança total com autenticidade, integridade e criatividade." Universia Knowledge@Wharton. The Wharton School, University of Pennsylvania, [03 March, 2003]. Web. [09 August, 2020] <http://www.knowledgeatwharton.com.br/article/como-cultivar-a-lideranca-total-com-autenticidade-integridade-e-criatividade/>

APA

Como cultivar a liderança total com autenticidade, integridade e criatividade. Universia Knowledge@Wharton (2003, March 03). Retrieved from http://www.knowledgeatwharton.com.br/article/como-cultivar-a-lideranca-total-com-autenticidade-integridade-e-criatividade/

Chicago

"Como cultivar a liderança total com autenticidade, integridade e criatividade" Universia Knowledge@Wharton, [March 03, 2003].
Accessed [August 09, 2020]. [http://www.knowledgeatwharton.com.br/article/como-cultivar-a-lideranca-total-com-autenticidade-integridade-e-criatividade/]


Para fins Educacionais/Empresariais, use:

Favor entrar em contato conosco para usar com novos propósitos artigos, podcasts ou vídeos através do nosso formulário de contato para licenciamento de conteúdo. .

 

Join The Discussion

No Comments So Far